O que você está comendo?

Filme “Consumed – O que você está comendo?” faz alta crítica contra a Monsanto

“Consumed” é um filme lançado em 2015 porém pouco divulgado pela mídia popular devido a enorme denúncia que faz sobre assunto que envolve uma das maiores empresas do Mundo, no filme teve seu nome modificado para “Clonestra”, mas ficou mais que óbvio que tudo o que era mencionado no filme já fora visto na imprensa mundial relacionado a Monsanto e seus experimentos sem limites, além da patente sobre a natureza. O mais chocante de tudo neste longa é que mostra a tentativa falha de ir contra o sistema e o quão corrompido o mesmo está.

E falando em corrompido, você viu propaganda deste filme? Eventos promocionais de divulgação ou horas na tv e na internet para promover o mesmo? Não né? Filmes como Velozes e Furiosos, Crepúsculo, Cinquenta tons de Cinza ganham mega destaque, porém, os que cutucam a ferida, tocam nas pilhas de dinheiro dos donos do mundo, este, ficam lá no fim da prateleira, atrás de um monte de chorume imposto!

Sinopse

O filme trata da investigação de uma mãe que ao ver todos os esforços médicos ineficazes para diagnosticar a doença de seu filho a leva para o mundo dos alimentos geneticamente modificados e a farsa e crime que as grandes empresas tem cometido com a população com os alimentos OGM

A Monsanto

Empresa multinacional de agricultura e biotecnologia. Sediada nos Estados Unidos, é a líder mundial na produção do herbicida glifosato (pesticida/agrotóxico), vendido sob a marca Roundup. Também, de longe, o produtor líder de sementes geneticamente modificadas, respondendo por 70% a 100% do market share para variadas culturas. A Agracetus, subsidiária da Monsanto, se concentra na produção de soja Roundup Ready para o mercado. No Brasil, sua sede está instalada na cidade de São Paulo e compreende também a indústria de sementes Agroceres

Organismos Geneticamente Modificados

A biossegurança está relacionada aos riscos das biotecnologias, que, em seu sentido mais amplo, compreendem a manipulação de microorganismos, plantas e animais, visando à obtenção de processos e produtos de interesses diversos. O uso da expressão biossegurança é decorrente do avanço das biotecnologias a partir de 1970, notadamente, das tecnologias associadas à produção de transgênicos (ou Organismos Geneticamente Modificados – OGMs) e seus derivados, potencialmente causadores de efeitos adversos à saúde humana ou animal e ao meio ambiente.

Assista o filme completo:

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar Menu