“Sem política não existe economia”, diz Lula em entrevista ao jornal GGN

Em conversa com os economistas Luiz Gonzaga Belluzo e Eduardo Moreira, Lula também falou sobre a progressão de sua pena

Foto: Reprodução da internet

“E se alguém tem que pedir perdão é o tal do Moro e o tal do Dallagnol”, diz o ex-presidente Lula, em entrevista exclusiva ao Jornal GGN, ao ser questionado sobre uma possível progressão de sua pena.

A defesa do ex-presidente analisa, nós próximos dias, um pedido de progressão ao regime semiaberto feito pela Força Tarefa da Operação Lava Jato à juíza da Vara de Execuções Penais de Curitiba, Carolina Lebbos.

Lula afirmou que mantém conversas regulares com seus advogados e definiu que não quer progressão, já que não se sente culpado pela condenação imposta pelo então juiz Sérgio Moro, no âmbito da Operação Lava Jato. Por isso, explica Lula, lutará por sua inocência.

Na entrevista, concedida aos economistas Luiz Gonzaga Beluzzo e Eduardo Moreira, o ex-presidente também fala sobre economia política e política econômica – os dois lados da moeda e que devem nortear o país. Fala também sobre distribuição de renda, previdência, orçamento, empresas nacionais, conciliação nacional e desenvolvimento.

Lula também prestou solidariedade à família de Ágatha Félix, 8 anos, morta no Rio de Janeiro por um disparo da Policia Militar, no Complexo do Alemão.

Fonte: Brasil de Fato

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar Menu