Ajude contra o coronavírus: UFMG pede doações para ampliar atendimento em hospitais durante pandemia

A UFMG, em parceria com o Instituto dos Advogados de Minas Gerais (IAMG) e a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep), inicia nesta terça-feira (24) campanha de financiamento coletivo que objetiva arrecadar recursos para aquisição de medicamentos, insumos, equipamentos e serviços destinados aos hospitais de Clínicas da UFMG, Risoleta Tolentino Neves e UPA Centro-Sul, os dois últimos gerenciados pela Universidade e pela Fundep.

Financiamento coletivo é oportunidade para população ajudar no fortalecimento do SUS (Henrique Coelho/BHAZ)

O volume arrecadado será gerenciado pela Fundep e utilizado no atendimento das vítimas diagnosticadas com Covid-19 e síndromes respiratórias agudas e demais emergências. Interessados em contribuir poderão transferir qualquer valor para o Banco do Brasil (001), agência 1615-2, conta corrente 960.419-7 (CNPJ da Fundep: 18.720.938/0001-41).

Quem desejar doar bens ou equipamentos poderá entrar em contato com a Diretoria de Relações Institucionais da UFMG por meio do telefone (31) 3409-5555 ou do e-mail gab@copi.ufmg.br.

Fortalecer o SUS

Ainda de acordo com a reitora da UFMG, não é possível estipular por quanto tempo a campanha de financiamento coletivo será mantida. “Não conseguimos fazer essa previsão. Neste momento, temos que fortalecer o Sistema Único de Saúde (SUS), serviço essencial prestado à comunidade de Minas Gerais. Estamos acompanhando os boletins emitidos pelas autoridades de saúde do estado e do governo federal e contamos com suporte de nossos especialistas, que estão entre os principais pesquisadores do Brasil. Torcemos para que as consequências da pandemia possam ser atenuadas pelas medidas preventivas que estamos adotando, mas temos que agir com responsabilidade, agilidade e nos prepararmos para um cenário crítico”, explica Sandra Goulart.

A campanha de financiamento coletivo conta ainda com o apoio institucional da Justiça Federal de Minas Gerais, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Seção Minas Gerais, da Associação do Ministério Público de Minas Gerais e da Associação dos Juízes Federais de Minas Gerais.

Fonte: Bhaz

Comentários

Deixe uma resposta