O PSL e seu laranjal de corrupção, lavagem de dinheiro e sua indústria de fake news

Vereador do PSL de BH é preso acusado de receber parte dos salários de seus funcionários

Foto: Abraão Bruck/CMBH

Na manhã da terça-feira (02), o vereador Cláudio Duarte (PSL) teve a prisão preventiva decretada, em Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Civil, Duarte teria praticado esquema conhecido como ‘rachadinhas’ – em que funcionários de seu gabinete repassariam parte da remuneração mensal ao parlamentar.

Segundo a investigação, Duarte teria embolsado cerca de R$ 1 milhão desde janeiro de 2017. Ele um dos funcionários de seu gabinete foram conduzidos ao Departamento de Fraudes para prestar esclarecimentos. Outros seis funcionários já responderam à questionamentos dos policiais na delegacia.

Além disso, todos os computadores do vereador foram apreendidos pela polícia. Os agentes estiveram na Câmara Municipal de Belo Horizonte, na casa de Cláudio Duarte e na União dos Moradores pelo Desenvolvimento Social do Bairro Céu Azul (UMCA), entidade comunitária que desenvolve projetos educativos, culturais e sociais na Regional Pampulha fundada por ele.

Fonte: Sul 21

Comentários

Deixe uma resposta