Canais bolsonaristas investigados pelo STF faturam 647 mil reais no Youtube

Segundo consultoria, canais envolvidos em atos contra a democracia estão lucrando com anúncios da plataforma

Foto: Youtube

Doze canais bolsonaristas no Youtube faturaram ao menos 647 mil reais nos últimos três meses com anúncios na plataforma, segundo levantamento da consultoria Quaest. Eles são investigados pelo Supremo Tribunal Federal no inquérito sobre a organização e o financiamento de atos antidemocráticos. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Os canais com maior faturamento são Foco do Brasil (196 mil), Folha Política (164 mil), O Giro de Notícias (95 mil),  e Terça Livre (64 mil).

Em nota ao jornal, o YouTube não comentou a investigação e disse ser uma plataforma aberta, na qual os conteúdos podem ser revisados seguindo as diretrizes do site.

Fonte: Carta Capital

Comentários

Deixe uma resposta