Bolsonaro diz que índio está evoluindo e se tornando humano “igual a nós”

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil anunciou que vai processar o presidente por crime de racismo

Foto: Reprodução da internet

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, nesta quinta-feira 23, que o “índio está evoluindo” e “cada vez mais é um ser humano igual a nós”. A fala polêmica foi dita durante uma transmissão em vídeo realizada nas redes sociais do ex-capitão.

Bolsonaro anunciou o vice-presidente, Hamilton Mourão, como chefe do Conselho da Amazônia, iniciativa do governo que servirá para coordenar ações em cada ministério voltadas para a proteção, defesa e desenvolvimento sustentável da Amazônia.

“Mourão vai ser o nosso grande coordenador, à frente desse Conselho da Amazônia. Vai tratar da proteção, da defesa, da prevenção, do desenvolvimento sustentável, logicamente vai ter a sua participação no tocante da questão sobre as terras indígenas”, afirmou o presidente.

Em seguida, Bolsonaro disse que o índio precisava se integrar à sociedade. Ele questionou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, que serviu em Manaus, de 2002 a 2007. “Então você conhece, teve contato com os índios. Já passaram praticamente 13, 14 anos. Com toda a certeza, o índio mudou, tá evoluindo. Cada vez mais o índio é um ser humano igual a nós”, disse.

Organização indígena vai à justiça

A fala do presidente repercutiu. A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil afirmou em suas redes sociais que entrará na justiça contra Bolsonaro por crime de racismo.

“Nós, povos indígenas, originários desta terra, exigimos respeito! Bolsonaro mais uma vez rasga a Constituição ao negar nossa existência enquanto seres humanos. É preciso dar um basta à esse perverso!”, afirmaram.

Fonte: Carta Capital

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar Menu