Bolívia: presidente Luis Arce sofre tentativa de atentado com explosivos de dinamite

Crime ocorreu na noite desta quinta-feira (5). Ninguém ficou ferido

O porta-voz do partido lamentou que as autoridades ligadas à segurança do país não estejam fornecendo a segurança necessária ao presidente Luis Arce – Ronaldo Schemidt/AFP

 

O presidente eleito da Bolívia, Luis Arce, do Movimento ao Socialismo (MAS), sofreu uma tentativa de atentado, enquanto se reunia com correligionários, em La Paz, capital boliviana, na noite desta quinta-feira (5). O presidente discutia as primeiras medidas do governo, que tem a posse marcada para este domingo (8), segundo uma nota do partido político.

Segundo Sebastian Michel, porta-voz do partido, uma caixa com dinamite foi deixada em frente à casa de campanha da sigla. “Há alguns minutos fomos vítimas de um ataque de um grupo que deixou uma caixa de dinamite na casa de campanha onde nosso próprio presidente eleito, Luis Arce, estava se reunindo. Estamos muito preocupados com o que está acontecendo”, disse o porta-voz, em entrevista à imprensa.

O porta-voz também lamentou que as autoridades ligadas à segurança do país não estejam fornecendo a segurança necessária ao presidente Luis Arce.

“Não vimos nenhuma declaração sobre o assunto do Ministro do Governo Arturo Murillo, por isso sentimos que estamos à mercê de nós mesmos, totalmente desprotegidos e ninguém nos dá a garantia necessária para a segurança de nossa autoridade”, acrescentou.

Nas redes sociais, o assunto chegou a ser um dos mais comentados. O ex-presidente, Evo Morales, do mesmo partido que Arce, afirmou que condena “o ataque à nossa tenda em La Paz. Pequenos grupos tentam criar um clima de confusão e violência, mas não terão sucesso. Não cairemos em nenhuma provocação. Nossa revolução é pacífica e democrática”.

No Brasil, a deputada federal Erika Kokay (PT-DF) também condenou o ataque: “Presidente eleito da Bolívia, Luis Arce é alvo de ataque a dinamite. O governo golpista da Bolívia se nega em garantir a segurança do novo presidente. O atentado covarde contra Arce é um atentado contra a democracia e a soberania do povo boliviano”.

Na mesma linha, a deputada federal Natália Bonavides (PT-RN), relacionou o ataque à extrema-direita do país. “Extrema direita boliviana segue na ofensiva mesmo derrotada. Atentado em reunião com a presença do presidente eleito Luis Arce na véspera da posse mostra que vai ter muita luta para garantir a posse e o governo!”.

Por sua vez, Luciana Boiteux, também deputada federal (PSOL-RJ), chamou a atenção para o fato de que as autoridades bolivianas ainda não se manifestaram, assim como fez o porta-voz do MAS. “Sérias preocupações com a democracia na América Latina. Até agora as autoridades bolivianas não se manifestaram”, publicou nas redes sociais.

Fonte: vermelho.org

Comentários

Deixe uma resposta