1º de Maio é marcado por ato em defesa da Educação e contra o retorno presencial

Por Diego Franco David

Confira o vídeo produzido pelos sindicatos da Educação com as imagens e falas do ato.

Entidades Sindicais da Educação e movimento estudantil realizaram um ato na Praça da Estação nesse sábado em homenagem ao dia internacional do trabalhador, 1º de maio. A manifestação levantou a bandeira da ampliação da vacinação para todos os trabalhadores e deu destaque especial a luta contra o retorno presencial às aulas em Belo Horizonte, apoiando a greve sanitária dos trabalhadores em educação.

Além disso, os participantes reivindicaram a ampliação do auxílio emergencial e a saída do presidente Jair Bolsonaro e seu vice general Mourão. O ato teve sua contecentração às 8h30 da manhã, na Praça da Estação, e utilizou grandes faixas e bandeiras para chamar atenção para suas pautas. Os representantes dos movimentos mantiveram o distanciamento social e todas as normas de segurança.

Ao final, uma carreata que teve sua concentração na avenida Abrahão Caram encerrou seu percurso na Praça da Estação, se unificando ao ato.

Sindicatos da Educação e movimento estudantil realizam ato na Praça da Estação

Fonte: Sind-REDE/BH

Comentários

Deixe uma resposta