BH contra o genocídio de Marielle Franco

Acontece agora, na Praça da Estação, o Ato contra o genocídio de Marielle Franco, vereadora carioca executada no Rio de Janeiro, nesta última quinta-feira. Cerca de 4 mil pessoas estão presentes na Praça, exigindo das autoridades deste pais que a violência contra o pobre, contra o negro, contra os desassistidos tenha um fim. Marielle representa que o bom e o justo não são tão bom e justo, se estes denunciam o estado. O estado, que controla a policia, que a seu bel prazer a utiliza para silenciar os que apontam seu erro.

Execução, isso foi o que fizeram com Marielle. O que mais podemos esperar dos nossos governantes, da nossa polícia, que de longe já foi uma instituição que deveria nos proteger, mas que ao invés disso, caça seus jovens, sentencia seus promissores líderes, porque são negros, porque são mulheres, porque apontam seus meandros de podridão. Basta!

Hoje, todos nos unimos nas ruas para gritar: justiça por Marielle!
Vamos transformar o LUTO em LUTA!
#MarielleFrancopresente

Marielle
Marielle bela, de sorriso franco
de olhar sincero, rosto cativante
mas não era branca, negra da favela
filha de Dandara, enfrentando as balas
e os cães da casa grande
Marielle menina, francamente mulher,
tingindo o asfalto com letras de sangue
clamando justiça, pedindo socorro,
gritando bem alto, mostrando o morro
entregue a milícias
Marielle valente, sonho não se enterra
tua guerra é minha guerra
teu nome é pra sempre
Pedro Laurentino Reis Pereira

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar Menu