Final de semana terá atos e carreatas em defesa da democracia e contra o fascismo de Jair Bolsonaro

BH terá atos democraticos neste domingo contra o fascismo do governo de Jair Bolsonaro e a política entreguista de Paulo Guedes

Foto: Reprodução do Facebook

A semana foi marcada por reviravoltas na política, com a prisão de Fabrício Queiroz, totalmente envolvido em esquema de corrupção com o clã Bolsonaro e a saída de Abraham Weintraub, ex ministro da educação, e que diga-se de passagem, foi o pior ministro da história deste país, é hora de fortalecer a luta, desta vez pela impugnação da chapa Bolsonaro-Mourão.

O avanço descabido do fascismo precisa ser barrado, e é pelo povo, pelo poder popular e pela luta das pessoas que defendem a democracia, a liberdade, o progresso e o amor. Vivemos uma pandemia sem precedentes, mas precisamos lutar mesmo assim.

Torcidas Organizadas do Galo, América e Cruzeiro, Movimentos Sociais e Estudantis estão organizando novo ato contra o Fascismo, contra o Racismo e em defesa da democracia no domingo (21) às 11h, na Praça da Bandeira. No mesmo momento sairá uma carreata em sentido à Praça da Estação.

Se você quer participar venha com máscara, mas se é do grupo de risco, mas deseja fazer a sua parte na luta, participe da carreata. O importante é ir à luta contra o fascismo e pelo Fora Bolsonaro.

Foto: WhatsApp

Veja a nota do Resistência Alvinegra sobre os atos:

Os movimentos das torcidas antifascistas de BH iniciaram há algumas semanas protestos com a inteção de coibir os atos fascistas
pró governo e nas últimas semanas nos juntamos ao um levante negro que tomou as ruas do país. Por George Floyd, por João Pedro, por todas as vítimas desse projeto genocida de intervenção policial nas favelas e pelas mais de 45 mil pessoas que morreram pelo Covid 19.

Apesar da situação de calamidade sanitária, hoje mais do que nunca precisamos continuar a luta.

Não existe quarentena nas periferias onde a polícia mata dentro das casas, não existe quarentena sem salários, empregos e direitos garantidos. Por isto precisamos voltar as ruas contra esse projeto antidemocrático.

Não dá para aguentar mais esse governo desavergonhado, não dá para aceitar as ameaças de ditadura, não dá para permitir mais nenhuma morte, nem pelo COVID 19 nem pela polícia!

NÃO DÁ!

Motivos nos sobram e é por isso que, assim como em outras cidades do Brasil, neste domingo estaremos de novo ocupando as ruas e praças da capital mineira.

Vidas Negras Importam! Resistir para existir!

Ditadura nunca mais!

Que os ricos paguem a conta desta pandemia!

Fora Guedes e sua política neoliberal e imperialista!

Fora Bolsonaro e Mourão e Guedes!

Foto: WhatsApp

Todos unidos contra o fascismo e seu representante, Jair Bolsonaro

Na ultima sexta (19), partidos politicos lançaram o manifesto “Em defesa da vida, do emprego e da democracia: Impeachment Já” foi divulgado por meio do site da Frente Fora Bolsonaro diante da prisão de Fabrício Queiroz e da saída de Abraham Weintraub do Ministério da Educação.

Para os organizadores, “o Brasil e a democracia não podem mais conviver com Jair Bolsonaro na Presidência da República”. O manifesto considera que o presidente é o principal responsável pela dimensão da crise do coronavírus no país e pela morte de milhares de brasileiros devido à Covid-19.

“No mundo inteiro governos estão ajudando as empresas na crise e até pagando salários. Aqui, Bolsonaro incentiva demitir e manda reduzir salário”, diz o texto.

O manifesto também considera que o presidente desrespeita negros, mulheres, LGBT’s e indígenas, além de perseguir artistas, professores e a cultura. “Falso patriota, entrega nossas riquezas, destrói a  Amazônia e bate continência para a bandeira dos  Estados Unidos. É fascista, racista e machista. Pratica o ódio e o preconceito”, diz.

O texto também afirma que Bolsonaro é a maior ameaça à democracia brasileira neste momento, e as movimentações populares contra o presidente continuam mesmo em meio à pandemia.”Essa luta tem, agora, um primeiro passo que é interromper imediatamente esse governo de ódio e destruição. O Brasil não pode mais esperar. Fora Bolsonaro”, conclui.

Fonte: com informações da Revista Forum/ Resistência Alvinegra

Comentários

Deixe uma resposta