Filho de Mourão é nomeado assessor do presidente do BB e vai ganhar mais que o dobro

Funcionário de carreira do BB, foi ‘superpromovido’ e recebrá um aumento de 70% com salário de R$ 36.500 reais

Foto: Reprodução da internet

Um dia após a posse dos novos presidentes de Caixa, BNDES e Banco do Brasil, o filho do vice-presidente Hamilton Mourão, Antonio Hamilton Rossell Mourão, foi nomeado para o cargo de assessor especial da Presidência do BB, trabalhando diretamente ao lado de Rubens Novaes. Segundo fontes, o salário do assessor ficará na faixa de R$ 35 mil, mais que o dobro do que ganhava anteriormente.

O filho do vice-presidente é funcionário de carreira do BB e está na instituição há 18 anos. Nos últimos 11 anos, fazia parte da diretoria de Agronegócios. Ele vai assessorar o presidente nesta área.

Durante a cerimônia de posse dos novos executivos, na última segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro destacou que a atuação dos bancos públicos deve ser pautada pela transparência. Ele afirmou ontem que pretende dar publicidade a contratos considerados suspeitos celebrados entre bancos públicos e o que ele chamou de “amigos do rei”.

Ao blog, a assessoria da Vice-Presidência da República afirmou que o filho de Hamilton Mourão é funcionário de carreira do Banco do Brasil, atuava na diretoria de Agricultura da instituição e que a nova gestão o levou para exercer uma função diferente.

Procurado pelo blog, Antonio Hamilton afirmou que não há nenhuma irregularidade na nomeação dele para o cargo na cúpula do banco público.

“Sou funcionário de carreira do banco há bastante tempo, 18 anos, por concurso público. Tenho duas pós-graduações e trabalhei em algumas diretorias do BB. Não fere nenhuma regra, nenhum nada dentro do banco”, argumentou o filho do vice-presidente.

Questionado sobre o fato de a nomeação ter ocorrido uma semana após o pai dele assumir a vice-presidência da República, Antonio Hamilton afirmou que a “vaga está aberta”.

“É um cargo de livre provimento do presidente do banco. Ele tinha que indicar um assessor. Eu sou funcionário de carreira do banco e é de livre escolha do [presidente do BB]”, enfatizou.

Antonio Hamilton Rossell Mourão sugeriu que o blog procurasse a assessoria de imprensa da instituição.

A coluna está procurando a assessoria desde as 10h desta terça-feira (8), mas não havia assessor para atender por causa de uma reunião que estava em andamento.

“Nossa bandeira não será vermelha. Vamos todos vestir laranja” Foto: Reprodução da internet

Fonte: com informações do Jornal O Globo/ Blog G1

Comentários

Deixe uma resposta