“Brasil é, de longe, o país mais perigoso para os defensores dos direitos indígenas”
Nilson Tuwe Huni Kuĩ, líder indígena da Amazônia brasileira, durante sua intervenção em um evento mundial sobre paz e diversidade religiosa na sede das Nações Unidas, em Nova York, em fevereiro de 2013. DEVRA BERKOWITZ UN PHOTO

“Brasil é, de longe, o país mais perigoso para os defensores dos direitos indígenas”

Informe da ONU sobre direitos dos povos tradicionais no mundo denuncia que país, ao lado de Colômbia, México e Filipinas representam 80% das mortes de defensores indígenas "Infelizmente, não posso,…

0 Comentários
Indigenas, Quilombolas e camponeses protestam pela regularização de terras e territórios
Foto: Articulação Rosalino Gomes

Indigenas, Quilombolas e camponeses protestam pela regularização de terras e territórios

Protesto unificado de camponeses, indígenas e quilombolas exige regularização de terras e territórios!

Foto: reprodução da internet

Protesto unificado de camponeses, indígenas e quilombolas exige regularização de terras e territórios!

No último dia (09) deste mês, realizou-se um importante ato público na cidade de Manga, norte de Minas Gerais. O ato denunciou o adiamento indefinido de três audiências públicas que seriam realizadas pela Secretaria de Patrimônio da União (SPU) nos municípios de Juvenília, Manga e Matias Cardoso, nos dias 08, 09 e 10/05 e que tinham por objetivo debater sobre as terras da União ilegalmente utilizadas por latifundiários às margens do rio São Francisco e o direito ao exercício da sua posse pelos camponeses pobres.

O protesto, convocado pela Articulação Rosalino Gomes, contou com a participação de cerca de 100 pessoas de diversas comunidades camponesas ribeirinhas da região, representantes do povo indígena Xacriabá e de vários movimentos populares como a Comissão Pastoral da Terra (CPT), a Liga dos Camponeses Pobres (LCP), a Comissão Pastoral Pesqueira (CPP) e o Movimento Feminino Popular (MFP). As principais faixas do ato traziam as consignas: Unir camponeses, indígenas, quilombolas, atingidos por mineração, eucalipto e barragens e Conquistar a terra, águas e territórios, fim do latifúndio!

(mais…)

0 Comentários