Zema vai acompanhar Bolsonaro em jogo entre Brasil e Argentina no Mineirão

Os dois assistirão juntos ao clássico, que é válido pela semifinal da Copa América

Foto: Globo Esporte

O governador Romeu Zema (Novo) acompanha, nesta terça-feira (2), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) em visita a Belo Horizonte. Os dois vão assistir à partida entre Brasil e Argentina pela Copa América no estádio do Mineirão.

Embora a viagem não conste ainda da agenda oficial, a assessoria da Presidência confirmou que há previsão para que ele vá ao jogo pela semifinal do campeonato. A assessoria do governador informou que Zema vai receber o presidente na base aérea na Pampulha e que, de lá, os dois vão para o Mineirão.

Será a segunda vez que Bolsonaro vem a Minas Gerais depois de eleito. Ele passou pelo Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, na única ocasião que esteve no estado neste ano, quando visitou Brumadinho. No dia 26 de janeiro ele sobrevoou a região atingida pelo rompimento de mais uma barragemda Vale, que deixou pelo menos 246 mortos e 24 desaparecidos.

A ida ao Mineirão será a quarta de Bolsonaro a um estádio de futebolcomo presidente. Ele assistiu à partida do Brasil com o Catar o Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, no dia 6 de junho. No mesmo lugar, acompanhou o jogo entre CSA e Flamengo ao lado do ministro Sérgio Moro, no dia 12 de junho, e dois dias depois foi ao Morumbi assistir à partida de abertura da Copa América entre Brasil e Bolívia.

Antes, Bolsonaro também entregou o troféu  Campeão Brasileiro ao Palmeiras em dezembro.

Sem desejar sorte

Na última sexta-feira (28), o presidente publicou no Twitter vídeo ao lado do presidente da Argentina, Maurício Macri, no qual brincou sobre a semifinal da Copa América no Mineirão. Na ocasião, comemorou o acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Europeia e disse que Brasil e Argentina estavam mais unidos do que nunca.

Os dois disseram que iriam ao jogo em Belo Horizonte e Bolsonaro disse que, “dessa vez”, não poderia desejar boa sorte ao argentino.

Título de cidadão honorário

No último dia 31 de maio, o governador Romeu Zema publicou decreto concedendo título de cidadão honorário ao presidente Jair Bolsonaro, ao vice-presidente, general Hamilton Mourão, e ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

A publicação no Minas Gerais atende a pedido de deputados estaduais, que aprovaram as homenagens na Assembleia Legislativa e o governo de Minas ainda não definiu a data e local das cerimônias.

Fonte: Estado de Minas

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar Menu