Catracas do BHBus no metrô mantêm preço de R$ 3,40

BHTrans confirmou problema no sistema Transfácil; CBTU diz não ter controle sobre cobranças no BHBus; Setra promete ressarcir usuários

foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)

As catracas que utilizam o sistema BHBus no metrô de Belo Horizonte ainda estão cobrando a tarifa de R$ 3,40, mesmo com a determinação judicial para que a passagem volte ao valor de R$ 1,80.

Apesar disso, tanto no guichê como nos outros sistemas de pagamento, como o Cartão Ótimo, o valor já está atualizado.

Em contato telefônico com o Estado de Minas, a CBTU alegou que a situação é fruto de um erro no sistema Transfácil, que é gerido pela BHTrans em parceria com a Setra, e que não tem controle sobre a situação.

A BHtrans, por sua vez, argumenta que a Setra é responsável pelo sistema.

Desde a última sexta-feira (16) a CBTU foi impedida pela justiça de cobrar tarifas reajustadas, de R$ 3,40, mas só retornou com o valor anterior nesta quarta-feira (21), alegando que não tinha sido oficialmente notificada pela Justiça.
Em nota, a Setra afirma que a falha no sistema foi identificada e deve ser corrigida até o fim da manhã desta quarta-feira (21).
Confira a íntegra da nota:
O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (SetraBH) informa que houve uma falha no sistema que foi identificada e será corrigida até o final da manhã. Serão apurados até amanhã as cobranças indevidas e no próximo uso do cartão BHBus os usuários serão ressarcidos. O valor ressarcido será de R$1,60 
Fonte: Estado de Minas
Comentários

Deixe uma resposta