Armazém do Campo BH completa um ano de resistência e ousadia

Armazém do Campo completa 1 ano semeando a resistência e a ousadia em oferecer alimentos saudáveis.

Não é de hoje que a população tem buscado cada vez mais se afastar dos produtos contaminados por agrotóxicos. E entre os refúgios contra este veneno, o Armazém do Campo, loja de alimentos orgânicos do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, vem ganhando destaque e se expandindo Brasil a fora.

O Armazém de Belo Horizonte oferece mais de 250 produtos, entre cafés, doces de leite, sucos de uva e cervejas artesanais. O destaque é para o arroz orgânico produzido no Rio Grande do Sul pelo MST, maior produtor do grão sem uso de venenos agrícolas em toda a América Latina.

No dia 25 de novembro o Armazém do Campo BH completa um ano de resistência, e contará com uma comemoração especial. O dia 25 de novembro é o dia latino americano e caribenho de combate a violência contra a mulher!

Vem comemorar e lutar com a gente!

A musica na Cultura na Sexta ficará por conta de Rodrigo Negão. Ele traz composições inspiradas no cotidiano, nas complexas e discrepantes relações entre os povos brasileiros. Seu primeiro show, lançado em 2017, intitulado ‘Registro Experimental’ se aventura em conversar por meio do rap com diferentes estilos musicais como o samba, black music, soul, samba-rock, funk, rock’n rol e MPB.

Resistência é enegrecer. Resistência é ser feminista. Resistência é ser LGBTI. É hora da gente se aquilombar!

#SalveQuilombo
#ResisteCampodoMeio
#NomeuBuleNão
#CulturanaSexta

📲💜🤳🏾Curta e comente o evento e ajude-nos na divulgação!

Maiores informações:
http://bit.ly/2OX8Trx

Comentários

Deixe uma resposta