No Piauí, Bolsonaro ameaça ‘varrer turma vermelha do Brasil’

Em estado governado por petista, o presidente afirmou que vai ‘mandar essa cambada’ para a Venezuela

Foto: A voz de Araxá

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) voltou a protestar contra militantes de esquerda e afirmou que quer “varrer a turma vermelha do Brasil” nas próximas eleições. A declaração ocorreu em discurso durante inauguração de uma escola, na cidade de Parnaíba, no Piauí, estado governado pelo petista Wellington Dias. Bolsonaro esteve acompanhado do prefeito Francisco Assis Moraes de Souza, o Mão Santa (MDB-PI).

“Quando a gente vê, agora pelo Brasil, alguns governadores querendo separar o Nordeste do Brasil, esses cabras estão no caminho errado. O caminho para o Brasil é um só. Um só povo, uma só raça, uma só bandeira verde e amarela. O Mão Santa me disse agora há pouco, que nós vamos acabar com o cocô no Brasil. O cocô, essa raça de corruptos e comunistas. Nas próximas eleições, nós vamos varrer essa turma vermelha do Brasil”, disse o presidente. “Já que na Venezuela tá bom, vou mandar essa cambada para lá. Quem quiser ir um pouquinho mais para o Norte, vai até Cuba. Lá deve ser muito bom também.”

Em outro trecho do discurso, Bolsonaro disparou ataques à candidatura de Alberto Fernández e Cristina Kirchner à presidência da Argentina. A declaração ocorre dias após o presidente fazer visita ao Rio Grande do Sul e afirmar que, se a dupla vencer as eleições do país vizinho, argentinos fugiriam para o Brasil.

“Nós juntos vamos varrer a corrupção e o comunismo do Brasil. Olha o que está acontecendo na Argentina agora. A Argentina está mergulhando no caos. A Argentina começa a trilhar o rumo da Venezuela, porque, nas primárias, bandidos de esquerda começaram a voltar ao poder. O Brasil tem a sua vocação, tem a sua cultura, tem a sua tradição judaico-cristã. O Brasil é um povo que ama a democracia e não vive sem a liberdade. O que esse pessoal de esquerda sempre quis, no final dessa história, ele quis roubar a nossa liberdade”, afirmou. “Por isso que eu defendo para vocês a posse de arma de fogo e o porte também.”

Bolsonaro também emendou elogios ao Estado do Piauí com críticas ao que chamou de “ideologia de gênero”.

“O Piauí tem tudo. Tem terra, tem água e tem um povo maravilhoso. E mais do que isso, tem um povo que acredita em Deus. Nós respeitamos todas as religiões, mas 90% da população é cristã. O Estado é laico, mas nós aqui somos cristãos e acreditamos em Deus. Acabou a história de bagunçarem com a família brasileira. A família brasileira é sagrada. Nas escolas, cada vez menos, estamos vendo aquele lixo, aquela coisa do capeta chamada ideologia de gênero”, declarou. “Agora, vocês têm um governo cristão.”

Na cidade de Parnaíba, o presidente inaugurou uma escola militarizada com o seu nome. Na agenda de Bolsonaro, há ainda a inauguração de uma avenida com nome do ex-presidente João Figueiredo, que esteve no poder durante a ditadura (1979-1985).

Fonte: Carta Capital

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar Menu