Movimentos denunciam a Rede Globo por apoiar o golpe

Movimentos marcham contra a Rede Globo e expõem o topo da pirâmide do pig golpista

Na noite de ontem (17), ocorreu uma grande marcha e encerrou com um grande escraxo contra a Rede Globo Minas, afiliada da Rede Globo de Televisão em Minas Gerais. Mais de 6 mil pessoas, sairam da Praça Raul Soares, no centro de BH  e marcharam até a sede da Globo Minas, no Caiçara mostrando toda a indignação e repúdio à emissora de televisão. O Ato foi marcado por intervenções em que foram teatralizados a alienação e manipulação de informações que a emissora promove em seus telejornais e a larga propaganda contrária ao ex presidente Lula e no impeachment da presidenta Dilma. O surgimento das mídias independentes e livres foi o ápice para mostrar à população a verdade por detrás das cortinas do “plim-plim”, e simbolizam a libertação das informações.

A Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo, MST, Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas, Brigadas Populares, Levante Popular, UNE, UBES, UJS, Coletivo Alvorada, militantes e simpatizantes mostraram à mídia golpista que a população não é facilmente manipulada por notícias tendenciosas e fakenews que a emissora e suas afiliadas vem despejando para os expectadores.

A Arquiteta do Golpe

Desde o governo de Dilma Roussef que a Globo vem fomentando um golpe midiático contra a esquerda, contra o PT e contra toda a classe trabalhadora, que é quem mais sofre o golpe na carne. Iludindo, ludibriando, inventando, arquitetando mentiras que de olhar o jornal nacional, por 5 minutos dá naúseas e enjoo de tanta artimanha que ela divulga. Fomentou um ódio na população que se vê nitidamente os atos fascistas que vem se encrusdecendo cada vez mais no país. Uma mídia tendenciosa, que movida unica e exclusivamente por seus próprios interesses e daqueles que a financiam, a direita burguesa, resolve a seu bel prazer destruir, deturpar e desconstruir um legado tão belo que o PT vinha erguendo no pais, de igualdade e progresso, parafraseando o próprio Lula ao dizer “fui preso porque fiz a ascenção do pobre nesse país”.

Não pode-se esquecer que a votação de abertura do processo de impeachment de Dilma, foi transmitido ao vivo pela Globo, ao longo de uma tarde inteira de domingo, deixando de exibir Faustão e cia. Nunca antes uma programação havia sido mudada deste jeito, a não ser pela morte de Ayrton Senna. Sim, o golpe foi midiático.

Que Atos como o de ontem surtam efeitos na mente dos muitos brasileiros que assistiam o ocorrido, é preciso entender e compreender que a manipulação da Globo, e não só ela, mas a grande massa das mídias corporativas desejam exclusivamente alienar e ludibriar a população dos acontecimentos político sociais que outrora se vivenciam no Brasil.

#ForaGlobo

Foto: reprodução da internet
Foto: reprodução da internet

Comentários
Fechar Menu