Azeredo ficará preso em sala de comandante dos bombeiros

A decisão de manter o tucano detido fora de uma cela comum dentro de uma unidade dos bombeiros teve o aval do atual governador de Minas, Fernando Pimentel

Foto: Léo Fontes/O Tempo

 

O ex-governador Eduardo Azeredo (PSDB) ficará preso de forma improvisada dentro da sala do comandante da Academia de Bombeiro Militar (ABM), no bairro Funcionários, região Centro-Sul da capital, a cerca de 1 km do prédio da família do tucano.

A sala de Estado Maior tem 27 metros quadrados, possui uma cama e uma mesa de apoio e um banheiro com chuveiro elétrico.

O local está ligado por portas de vidro a outra sala, a do sub-comandante da ABM, e a uma copa. O tucano deve ser isolado na sala do comandante tendo acesso somente ao banheiro.

Conforme apurou a reportagem de O TEMPO, a decisão de manter o tucano detido fora de uma cela comum dentro de uma unidade dos bombeiros teve o aval do atual governador de Minas, o petista Fernando Pimentel, e levou em conta o fato do cargo já ocupado por Azeredo.

O prédio da Academia de Bombeiro Militar funciona na mesma área do 1º Batalhão do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais e teria sido escolhido pela defesa do ex-governador justamente pela proximidade do local com a residência da família, além do fato de não ter característica de uma unidade prisional comum.

Refeições

Como os demais presos da Seap, ele terá direito a quatro refeições diárias – cafés da manhã e da tarde, almoço e jantar. O cardápio das refeições é supervisionado por nutricionistas do sistema prisional.

Eduardo Azeredo poderá receber visitas, desde que previamente cadastradas pela Superintendência de Atendimento ao Indivíduo Privado de Liberdade da Seap.

Fonte: O Tempo

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar Menu