ALMG: deputados completam 100 dias sem votações

Três meses após o fim do recesso nenhum projeto foi votado pela Assembleia de Minas; de fevereiro até agora foram realizadas 35 reuniões ordinárias e duas extraordinárias, mas em nenhuma houve quórum para votação; pauta está trancada por causa de 18 vetos do governador Fernando Pimentel; principal causa é o projeto de lei que propõe transformar a empresa pública Codemig em sociedade de economia mista.

Foto: ALMG

 

Cem dias depois do fim do recesso legislativo – ou três meses depois – nesse período nenhum projeto de lei foi votado no plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. De fevereiro até agora foram realizadas 35 reuniões ordinárias e duas extraordinárias, mas em nenhuma houve quórum para votação. Outras quatro reuniões nem chegaram a ser abertas porque não havia parlamentares suficientes para o início das sessões.

O problema, também, é que a pauta está trancada por causa de 18 vetos do governador Fernando Pimentel. Portanto, nenhum outro projeto pode ser apreciado pelos parlamentares enquanto esses vetos não forem votados.

A principal causa da obstrução é o projeto de lei sobre a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig). De autoria do governo Pimentel, ele propõe transformar a empresa pública mm sociedade de economia mista.

Fonte: Com informações Brasil 247/ ALMG

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar Menu